Loading...
Blog
  • Main page
24
04
2017

Atividade Física Pode te ajudar a Acabar com a Dependência de Álcool ou Tabaco!

By Eldson 0

Pesquisa aponta que Atividade Física  reduz desejo de usar drogas lícitas ou não, e melhora desempenho mental em pessoas com dependência química, que tem se mostrado um verdadeiro transtorno de saúde publica por todo o mundo.

Certo é que o uso abusivo e prolongado de qualquer tipo de substância psicotrópica, lícita ou não, provoca danos, por vezes irreparáveis, ao organismo do indivíduo, afetando bastante o sistema nervoso central, o uso de álcool por exemplo causa até neuro adaptações que adaptam as células do corpo à presença de álcool, gerando rapidamente uma dependência e uma síndrome perante sua abstinência.O uso de drogas psicotrópicas é mesmo sendo um problema antigo, somente no último século é que tem recebido maior visibilidade no meio acadêmico, político e na comunidade em geral, o que resulta em estratégias para intervenção, e hoje sabe-se que além de uma intervenção farmacológica é necessário a inclusão de estrategias sociais e comportamentais.

O exercício físico é um aliado importante no tratamento de várias patologias como a redução da gordura corporal e dos níveis de colesterol e a melhoria cardiorrespiratória, ou indiretos, como a melhoria na autoestima e na sensação de bem‐estar, com redução de sintomas depressivos.

Há uma consciência de que além de tratar problemas de saúde, o condicionamento físico previne problemas e reduz o agravo de patologias. Especificamente nos problemas de saúde relacionados ao uso de drogas veja alguns
Benefícios:

  • estimula a liberação de substâncias neurotróficas;
  • propicia melhoria funcional do sistema nervoso e até mesmo;
  • sensações de prazer e relaxamento;
  • interfere de maneira positiva na prevenção e no tratamento da dependência;

O exercício físico tem sido proposto como coadjuvante no tratamento da dependência, complementando abordagens psicoterapêuticas e farmacológicas tradicionais, representando uma opção e uma possibilidade para abordagem e tratamento, visando à redução das alterações neuroquímicas, do desejo e da compulsão pelo uso, dos distúrbios do humor e da cognição, bem como dos níveis de estresse e das dificuldades para relacionamento social e afetivo decorrentes do uso de drogas.

É necessário avaliação por especialistas do estado geral dos indivíduos, para que o programa de exercícios físicos seja melhor dimensionado no planejamento e na intervenção terapêutica.

Referencias / Créditos:
http://www.rbceonline.org.br/pt/efeitos-agudos-do-exercicio-fisico/avance/S0101328916000196/

author: Eldson

Graduando em Educação Física na UNIFOR ( Universidade de Fortaleza) 22 anos, Fortaleza - Ce

Comment
0

Leave a reply